• Guaporé News

“É última oportunidade para conquistar benefícios”, diz presidente da AROM


Já começaram os preparativos para a 23ª edição da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, que acontecerá no período de 25 a 28 de maio, no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB). As inscrições estão abertas e a Associação Rondoniense de Municípios (AROM) reforça a importância da participação de todos os prefeitos nesse encontro que é a melhor oportunidade de se buscar construir soluções para demandas locais, junto com a bancada federal.


“No momento em que se discute a regulamentação daquele pacto federativo estabelecido na Constituição de 1988, precisamos que os municipalistas estejam unidos. É na Marcha que recebemos o presidente, ministros, deputados, senadores e representantes do Judiciário e dos órgãos de controle para compartilhar quais são nossas dificuldades e nossas demandas”, resume o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi.


No mesmo pensamento segue a diretoria da AROM. Para o presidente Cláudio Santos, a marcha deste ano terá um caráter mais especial devido ao encerramento de mandato.

“A Marcha possibilita o acesso dos prefeitos ao Congresso, onde conseguimos nos reunir com o Poder Legislativo, com ministros e ainda com representes do órgão de controle externo. Nesses encontros, apresentamos nossas demandas locais. Nos últimos três anos, os atuais prefeitos já fizeram isso e agora é a última oportunidade que eles têm para conquistar benefícios que já foram tratados anteriormente com os nossos representes em Brasília”, destaca o presidente.

Como exemplo da relevância do encontro, é possível destacar recursos que já foram conseguidos por meio de reuniões com o ministro das cidades, Dnit, e até a economia gerada por Rondônia conseguir derrubar uma obrigatoriedade do Denatran para que fossem instaladas câmeras de ré em todos os ônibus escolares. “Essa conquista começou a ser construída durante a Marcha, quando estivemos em reunião com o diretor do Denatran. Conversamos, mostramos que não era economicamente viável os municípios de Rondônia, onde os ônibus transitam em estradas sem pavimentação asfáltica, instalar o dispositivo. Seria jogar dinheiro fora. Então, como estamos no último ano da atual gestão, é importante a participação de todos os prefeitos, pois assim tornamos o movimento municipalista ainda mais forte no cenário nacional”, avalia Cláudio Santos que é também prefeito de Theobroma.


Rondônia na Marcha

Com 52 representantes municipais, a AROM começou o ano de 2020 com o compromisso de auxiliar os prefeitos no encerramento de mandato que precisam finalizar projetos, concluir ações que já estão em andamento, além de manter a folha de pessoal em dia. “Neste ano, queremos uma espécie de invasão em Brasília dos prefeitos de Rondônia. Vamos utilizar este espaço para apresentar nossas reivindicações, verificar projetos, sensibilizar Parlamento para olhar as necessidades que afetam os municípios de Rondônia, e desta forma, nos organizarmos para cumprir o planejamento de gestão”, finaliza Santos.



( As inscrições estão abertas aqui , http://arom.org.br/marcha2020/ . Prefeito ou prefeita de Município contribuinte à CNM está isento da inscrição. Para os demais agentes (técnicos, secretários, vereadores), há valores com desconto para pagamentos até 24 de abril.


Para melhor planejamento da viagem e economia nos valores, recomenda-se agência credenciada da Marcha pela CNM, que todos os anos oferece pacotes exclusivos de passagem e hospedagem aos municipalistas que reforçam o Movimento em Brasília, com valores até 40%  abaixo do praticado pelo mercado. Vagas limitadas, importante procurar reserva com a equipe AROM.


Assessoria AROM

2 visualizações0 comentário