top of page
  • Guaporé News

Com envolvimento de prefeitas, AROM reforça campanha “Sinal Vermelho” contra a violência doméstica



Com o crescente número de casos de mulheres agredidas, a Associação Rondoniense de Municípios (AROM) aderiu à campanha “Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica”, lançada pela Associação de Magistrados Brasileiros (AMB) e pelo Conselho Nacional de Justiça, em todo o país. A iniciativa da entidade envolve a participação das prefeitas e também de toda a equipe técnica.


Segundo dados do CNJ, foi registrado um aumento dos casos de violência doméstica e familiar em todo o país neste período do isolamento social provocado pela pandemia do novo coronavírus. Por isso, o Conselho Nacional de Justiça idealizou a campanha para oferecer um canal silencioso de denúncia à vítima que, de sua casa, não consegue denunciar a violência sofrida.


O objetivo da campanha é atender a vítima no momento em que ela conseguir sair de casa, e se dirigir à uma farmácia ou drogaria, previamente cadastrada à campanha, e pedir ajuda através do sinal de um “x” vermelho, feito com batom ou qualquer outro material acessível, desenhado na palma da mão ou em um papel, o que permitirá à vítima que se identifique ao atendente da farmácia cadastrada no projeto. Esse atendente treinado acionará a polícia, de acordo com protocolo preestabelecido.


Para a diretoria executiva da AROM, a campanha vai ajudar mulheres que não conseguem pedir ajuda sozinhas. De forma silenciosa, apenas com o sinal vermelho, elas indicarão que estão sendo vítimas de violência e serão ajudadas, possibilitando que ela ingresse no sistema da justiça, contando com apoio da rede de proteção às mulheres vítimas de violência doméstica.

Assessoria AROM

23 visualizações0 comentário
bottom of page