• Guaporé News

Inscrições para concurso da Polícia Federal com 1.500 vagas terminam hoje



Termina hoje terça-feira (9) o prazo para as inscrições do concurso da Polícia Federal. Ao todo, são 1.500 vagas para os cargos de agente, escrivão, papiloscopista e delegado. Os salários iniciais variam de R$ 12,5 mil a R$ 23,6 mil.


O período de inscrições começou no dia 22 de janeiro e vai até as 18h desta terça-feira (horário de Brasília), pelo site https://www.cebraspe.org.br/concursos/pf_21 As taxas variam entre R$ 150 e R$ 250, a depender do cargo escolhido.

O concurso é de abrangência nacional para profissionais de nível superior. Para concorrer ao cargo de delegado, é necessário ter diploma de bacharel em direito e comprovação de três anos de atividade jurídica ou policial. Já para os demais cargos é requerido diploma de conclusão de curso de superior

Quais são as vagas

  • 123 vagas de delegado

  • 400 vagas de escrivão

  • 84 vagas de papiloscopista

  • 893 vagas de agente

Parte das vagas são reservadas para candidatos negros e com deficiência. As provas estão marcadas para ocorrer em 21 de março, em todas as capitais. Além das provas objetivas e discursivas, a seleção conta com:

  • exame de aptidão física

  • avaliação médica e psicológica

  • prova oral e prova de digitação para os cargos de delegado e escrivão, respectivamente

  • avaliação de título

  • investigação social

Os candidatos que passarem por todas as etapas serão convocados para o curso de formação, realizado no período de 10 semanas na Academia Nacional de Polícia, em Brasília.

Segundo o edital, os aprovados na seleção vão ingressar na academia ainda em agosto de 2021. O provimento de cargos deve ocorrer até 31 de dezembro. A estimativa é que no fim do processo, a PF conte com "o maior efetivo de sua história", podendo ultrapassar a marca de 12 mil policiais.

Segundo o edita, para a escolha do local de lotação ,serão disponibilizadas vagas, preferencialmente, nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins e em unidades de fronteira.


Assessoria

121 visualizações0 comentário