• Guaporé News

MARCOS ROCHA, IVO CASSOL, MARCOS ROGÉRIO - PRÉ CANDIDATOS PARA 2022, TODOS CONTAM COM BOLSONARO



Grupos de oposição se mobilizam. Sem parar. Contra, é claro, a pretensão de Marcos Rocha de buscar um segundo mandato, com apoio do presidente Jair Bolsonaro, de quem é aliado de primeira hora.


Dentro do próprio grupo que elegeu Rocha, saíram políticos descontentes, que queriam uma fatia do governo e não a levaram. Por isso, atacam Rocha em todas as frentes, mais que os opositores de outros partidos.


A situação ficou tão clara que o deputado federal Coronel Christósomo contratou uma claque para vaiar Rocha na inauguração da ponte sobre o rio Madeira. E o empresário Jaime Bagattoli, hoje inimigo mortal do ocupante do Palácio Rio Madeira, teria ajudado a promover a encenação, que envolveu um público que não passou de duas dezenas de pessoas.


Eventualmente, Rocha é colocado como se não fosse o preferido do Presidente, mas sim o senador Marcos Rogério que, aliás, está mesmo em alta conta no Palácio Presidencial. Mas, é bom lembrar, que ainda falta muito para a eleição e que o governador tem tido boa aceitação no interior, mais do que dizem as informações parciais que têm chegado à Porto Velho.


Tudo vale no jogo político, mas é sempre bom cuidar, para não se esquecer que a população está de olho e é ela quem vai decidir as coisas.


Por falar em interior, quando se fala em 2022, há um nome que salta entre o eleitorado. Não há pesquisa séria que não indique Ivo Cassol como um dos preferidos, para voltar ao poder.


Ivo ainda está inelegível, mas há, entre seus seguidores, a esperança de que o STF decidirá que ele e outros políticos que estão na mesma situação, possam disputar o pleito do ano que vem. Caso isso aconteça, Cassol virá com tudo.


Ele, aliás, anda conversando com grupos políticos importantes e teria, também, o apoio do Presidente da República.


Na inauguração da ponte sobre o Madeira, na Ponta do Abunã, Bolsonaro deu a Cassol uma atenção especial. Na volta a Brasília, no avião presidencial, ao lado da deputada Jaqueline Cassol, irmã de Ivo, o ex-governador e ex-senador foi saudado por Bolsonaro, que, num vídeo, mandou um recado carinhoso a ele.


O Presidente, pelo jeito, está jogando em vários times ao mesmo tempo. Teria três possíveis candidatos (Marcos Rocha, Ivo Cassol e Marcos Rogério), como pretendentes ao Governo, todos seus aliados.


Em outros grupos políticos, como o dos tucanos, o nome mais quente é o do prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves. Com uma administração enxuta e com muitas obras, que mudaram o perfil da cidade nos últimos quatro anos e meio, ele faz do canteiro de obras da sua cidade, a plataforma para uma eventual disputa ao Palácio Rio Madeira.


Das candidaturas com viabilidade eleitoral hoje (Que ainda é cedo e o quadro pode mudar), podem surgir um ou outro pretendente teoricamente com chances. É o caso de nomes como o jovem Léo Moraes, com eleitorado cativo e crescente na Capital; o ex-governador e senador Confúcio Moura e o ex-prefeito de Ji-Paraná Jesualdo Pires. Políticos que não decidiram ainda seus rumos. Entre eles, o único que em breve deve se posicionar é Léo Moraes, sempre bem cotado. A campanha de 2022 já chegou!



Autor: Sérgio Pires/blog.opoiniaodeprimeira

3 visualizações0 comentário