• Guaporé News

SAÚDE MENTAL: TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO TÊM DIREITO A ATENDIMENTO PSICOLÓGICO SOCIAL



O Terapia de Bolso, plataforma de atendimento psicológico por videoconsulta e o Sintero - Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Rondônia renovaram o convênio para atendimento social dos agentes da educação filiados.


Com isso, mais de 23 mil professores, agentes de educação e seus dependentes terão acesso a consultas com psicólogos especialistas de todo país através do computador ou celular no horário desejado e pelo valor de clínica popular.


A plataforma dispõe de um sistema seguro, dentro de padrões nacionais e internacionais de Telepsicologia. Basta acessar www.terapiadebolso.com.br, fazer um cadastro rápido, escolher o profissional, o horário, confirmar pagamento e ser atendido através do computador ou smartphone. No caso do projeto social é disponibilizado uma senha social para a instituição que repassa para seus trabalhadores.


O CEO do Terapia de Bolso, psicólogo Elias Balthazar, explica que os convênios com sindicatos e outras entidades sem fins lucrativos fazem parte da missão social da Startup. “Esses profissionais nem sempre têm salários compatíveis com valores de tratamentos adequados, e além deles existem seus familiares. Então, o atendimento em valor de clínica social possibilita acesso a consultas com psicólogos qualificados em horários flexíveis. Isso ajuda a construir uma sociedade mais saudável emocionalmente.”


Para a presidenta do sindicato, Dioneida Castoldi, o convênio valoriza os educadores e promove dignidade aos trabalhadores da educação. “Essa é uma pauta muito contundente dentro do Sintero. É através dos trabalhadores com sustentação, com dignidade e com apoio emocional que construiremos uma educação inclusiva e equitativa para nosso estado e nosso país. Buscamos parcerias para que nossos servidores possam utilizar esse recurso, que é o Terapia de Bolso, com preços acessíveis. É o direito de termos vida e dignidade.”


O Terapia de Bolso possui convênios sociais com associações e sindicatos de diversos estados do país, além de instituições nacionais. Sindicatos, ONGs, associações e instituições sem fins lucrativos que necessitem do apoio do projeto social podem entrar em contato pelo site da plataforma Terapia de Bolso pedindo informações sobre como firmar o convênio.


Assessoria de Comunicação / Jaqueline Fonseca

4 visualizações0 comentário