top of page
  • Foto do escritorGuaporé News

Unidades de saúde em Seringueiras recebem programa de eficiência energética com apoio da Lebrinha



Aprimorar o uso de energia elétrica no setor público é também uma defesa da deputada estadual Gislaine Lebrinha (UNIÃO), e tem, frequentemente, atuado junto a Energisa no intuito de construir soluções para o setor. A mais recente conquista foi o investimento em Seringueiras/RO, no valor de R$600 mil. A empresa contemplou o Hospital Municipal Fiorindo Vicensi, com investimento de R$400 mil, e a Unidade básica de saúde, Nova Vida mil, com R$200 mil.


O Programa de Eficiência Energética – PEE é um programa do Governo administrado por Leis Federais, que obriga todas as Concessionárias de Energia Elétrica a destinar 0,5% do seu faturamento anual em projetos desenvolvidos para a sociedade visando, essencialmente, à conscientização quanto ao uso seguro e otimizado de energia elétrica. Em Rondônia, no Município de Seringueiras a deputada Lebrinha tem trabalhado junto a Energisa para que o programa seja direcionado ao setor público, com atenção especial à área da saúde e educação.


Em Seringueiras, além da economia na conta de luz, o resultado também trará mais conforto e segurança para os usuários das unidades hospitalares. Lebrinha destaca que tem reivindicado junto a Energisa, para que a companhia desenvolva um trabalho especial para contemplar unidades de saúde e escolas de mais municípios de Rondônia. Segundo a deputada, “além da necessidade desses dois setores, são também dois serviços públicos que mais demandam recursos das prefeituras.” O investimento, disponibilizado pelo PEE, vem para contribuir com a melhoria na gestão e resultar em serviços públicos mais econômicos para os prefeitos e eficientes para a população.


O prefeito de Seringueiras, Armando Bernardo comemorou notícia. “A deputada Lebrinha está proporcionando uma conquista importante para o município, promovendo um diálogo construtivo com a Energisa e apresentando nossas necessidades. Esse programa vai gerar economia do recurso público e garantir uma estrutura de mais qualidade para as pessoas que utilizam do nosso atendimento médico.”


Assessoria

38 visualizações0 comentário
bottom of page