top of page
  • Foto do escritorGuaporé News

Acripar projeta investimentos do mercado paulista no Tambaqui



A quarta edição do Festival Internacional do Tambaqui da Amazônia teve uma etapa especial realizada nesta segunda-feira, 23 de outubro, em São Paulo-SP. Foi uma mostra gastronômica com pratos à base do peixe nativo, que tem Rondônia como principal produtor nacional. O evento foi organizado conjuntamente pelo Governo de Rondônia, pelo Sebrae e pela Acripar, Associação dos Criadores de Peixes de Rondônia. O objetivo foi de fato a geração de novos negócios entre os dois estados, juntando investidores e produtores.

Presente ao evento, o presidente da Acripar, piscicultor Edson Sapiras, enfatizou que Rondônia continua sendo o terceiro maior produtor de peixes de cultivo do Brasil e o maior em peixes nativos como o Tambaqui, produzindo 57 mil toneladas anualmente (anuário Peixe BR 2023). Falou da qualidade que o peixe rondoniense apresenta e do recente reconhecimento pelo INPI com uma indicação geográfica de Indicação de Procedência para o Tambaqui produzido no Vale do Jamari, principal região piscícola do estado.


“Num futuro muito próximo, quando comprarem um Tambaqui de Rondônia vocês terão todo um sistema de rastreamento, de onde ele veio, como foi produzido, as características de cultivo, suas qualidades nutricionais, dentre outras informações necessárias ao mercado. Antes era apenas a região norte que consumia o Tambaqui. Hoje, nosso peixe já está espalhado por todo o Brasil impulsionado por parcerias especiais como essa e por um grupo de produtores unidos em abrir novos mercados”, explicou Sapiras em sua fala durante o evento.

Para 2024 novas ações estão previstas, como a busca por um entreposto para comercialização de peixes nativos na cidade de Ariquemes, para canalizar a produção e ser uma central de distribuição. A proximidade com frigoríficos e com fábricas de gelo, equipes de despesca dentre outros fatores fazem com que a construção seja estratégica, avalia Francisco Hidalgo Farina, atual presidente da Comissão Nacional de Aquicultura da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA).

“É um pleito antigo nosso que já está no radar das autoridades federais, estaduais e locais. Nós como associação estamos fazendo a nossa parte, que é unir a cadeia, os elos dessa corrente que não tem lados, todos estamos no mesmo propósito, no mesmo barco. Sabemos fazer muito bem o nosso peixe, agora o que precisamos que o Brasil e o mundo conheçam cada dia mais o nosso Tambaqui”, explicou Farina, também elencando a importância da IG Tambaqui do Vale do Jamari pra a estratégia de crescimento do mercado.

Nesta quinta-feira, 26, aconteceu a edição internacional do Festival do Tambaqui, na cidade de Miami. Com a presença do Governador Marcos Rocha, empresários americanos se reuniram com representantes dos produtores e indústrias do Brasil para o fomento de negócios com o peixe nativo de Rondônia. Os EUA já são um dos países que mais importam o Tambaqui de Rondônia e a ideia é aumentar essa oferta e estreitar relações, assim como a logística para a chegada do produto no continente norte-americano.

Denis Farias

0 visualização0 comentário
bottom of page