• Guaporé News

RETRATOS DO BRASIL – Para confundir qualquer um



Temos na presidência do Brasil um ex-Capitão e ex-deputado federal, por cinco

mandatos, apontado pela Oposição como anti-democrático, ditador e

genocida. Um chefe de estado e de governo, que mesmo com estas

características, é xingado dia e noite, com os piores adjetivos. E fica quieto.


Um presidente cruelmente perseguido e atacado, noite e dia, pela velha ex-

grande imprensa que, rompendo a sagrada função de informar os fatos, oculta

do seu público todas os atos e ações de governo. É como se o governo não

estivesse fazendo nada. Ou melhor, não existisse.


Juntos, Oposição e a velha ex-grande imprensa, ganharam a adesão do

atual colegiado do Supremo Tribunal Federal para, paralelamente, exercerem

a governança do país, numa intromissão não republicana nunca jamais antes

vista no Brasil. Tentam obstaculizar até a nomeação do porteiro do Planalto.


Juntos, iguais aos sacerdotes e governantes romanos nos tempos de Jesus

Cristo, vasculham tudo atrás de um crime que leve o Messias Bolsonaro ao

cadafalso, à execração pública, ao Impeachment. Desesperados por nada

encontrar, chegam ao cúmulo de pagar prepostos para produzir cenários, teses

e artigos cheios de ódio. A tal ponto chegam que, nada tendo o que apontar,

cansam a paciência de qualquer um com a interminável mantra da ‘máscara’ e

da ‘cloroquina’.


E, por fim, esgotado a acervo de mentiras e adjetivos chucros, apelam para a

grosseria chula e, simplesmente, o mandam ‘tomar no cú’.


E sabe o que espanta e surpreende? O presidente genocida, ditador, anti-

democrático, facista e outros ‘istas’ mais, não manda prender ninguém! Não

manda ninguém para o ‘paredon’ de fuzilamento, como faz os amigos dos seus

adversários.


O homem não bota ninguém na cadeia, sem crime e sem amparo na lei, como

fazem os ministros do STF, só por não gostarem da cara feia de alguém que

não aprova seus atos.


Não! Nada disso! No máximo, pede uma investigação contra quem ultrapassou

todos os limites de urbanidade. E não evolui, pois logo o Supremo desautoriza

o ato. E ele acata.


Não é um comportamento estranho para um governante com tais

qualificações? Nas Nações governadas por líderes com estas qualificações,

ninguém ousa mandar o presidente ‘tomar no cú’.


Vá tentar fazer isto na Venezuela, em Cuba ou na China! Vá lá na ‘Praça da

Paz Celestial’ e grite que Xi Jiping é ‘genocida’, ‘nazista’, ‘ditador’ e veja o

que acontece. Alguma Dúvida? Então diga a mesma coisa contra Maduro, em

Caracas!


E aí, cadê a coragem?



Osmar Silva-Jornalista-Presidente da Associação da Imprensa de

Rondônia-AIRON e da Federação Nacional dos Comunicadores

Seccional Rondônia-FENACOM-Diretor/Editor do

noticiastudoaqui.com-e-mail sr.osmarsilva@gmail.com – WhatsApp

992.0362

4 visualizações0 comentário